A “Era do Conteúdo” e porque não ficar de fora

Já deu pra perceber que muito mudou na última década pra cá e, ao que tudo indica, vai continuar mudando muito e muito rápido. Então aperte os cintos e vamos lá.

Quando a principal mídia audiovisual era a televisão aberta, o custo de inserção de um comercial em horário nobre chegava na cifra dos milhões de reais por trinta segundos. Era uma mar de peixe grande onde quase ninguém podia nadar.

Hoje em dia, todos tem um aparelho no bolso que é ao mesmo tempo câmera e tela conectados ao mundo. Nos tornamos emissores e receptores ativos em nossas redes sociais, cada um com sua bolha, cada um em seu cardume. Os peixes grandes não deixaram de existir, mas o mar ficou pequeno diante do oceano que se consolidou.

Quando observamos a popularidade do TikTok, Instagram, Youtube, Spotify entre muitos outros sites de conteúdo, vemos com clareza que duas características se sobressaem: Segmentação e periodicidade. Com outras palavras, uma vez que você estabelece um público, você deve criar conteúdo para ele com regularidade, seja qual for o assunto. Pode ser piada, Tutorial, Faça você mesmo, unboxing, curso, crítica de cinema, política… A assiduidade te garante destaque e isso te auxilia na bola de neve da segmentação: Quanto mais você produz, mais você é visto. Assim crescem os números de visualização e de seguidores que, no frigir dos ovos, te dão a notoriedade que “valoriza seu passe”.

Agências de publicidade já pensam duas vezes se vão botar um anuncio na TV, o que pode ser visto como um tiro de canhão para acertar um (público) alvo pequeno, mais específico. Ou seja, por mais que 2 milhões de pessoas estejam assistindo um determinado programa, talvez uma fração delas pode ter interesse no seu anúncio. Mas quando se pensa em patrocinar seu vídeo para o mesmo segmento, você impacta mais gente interessada no seu produto ou serviço pagando muito menos.

Então acaba que é uma via de mão dupla. Quem produz conteúdo segmentado vira mídia para quem quer anunciar um produto ou serviço relacionado à aquele tema e quem anuncia acaba financiando o canal segmentado. Esse modelo é o que está em voga e está dando muito certo.

Sabe a parte boa? Na Bulb a gente pode produzir com você os dois conteúdos. Tanto o comercial quanto vídeos para seu canal, infoprodutos, tutoriais… Tudo que está sendo produzido a gente faz. Quer fazer com a gente? Entre em contato.