Como montar um roteiro de animação para minha empresa?

Montar um roteiro de animação é uma tarefa complexa, mas como tudo na vida, seguindo o passo a passo direitinho, pode ser fácil. A ideia central é que um roteiro nada mais é do que um grande organizador do que vai ser produzido para tela. Então, abra o seu editor de texto e vamos nessa!

Mas antes, um porém. Nesta postagem o foco será para animações institucionais, não ficcionais como as animações maravilhosas da Pixar.

Ok, e agora? Vamos por partes. Um roteiro de animação institucional normalmente é divido no modelo A/V(Áudio/Vídeo), um formato que lembra muito uma tabela de Excel. Então tudo que for imagem fica descrito do lado do Vídeo e tudo que for som, fica do lado do Áudio. Mas preste atenção! É importante que as informações relacionadas fiquem lado a lado para que a pessoa que estiver lendo entenda a relação entre os dois. Observe o exemplo abaixo.

Exemplo de roteiro A/V

Ok, ok. Mas por onde começar a escrever? Nessa hora, você valoriza um bom briefing, pois ele coleta todas as informações que você vai organizar. Vale se perguntar: Qual é a minutagem? Vai ter locução? Vai ser cartela? Qual é o Público? Tem personagem? Qual é a estética? O que devo apresentar? Qual é o objetivo deste vídeo? entre muitas outras perguntas que vão te nortear.

Esse roteirista que vos escreve, quando vai começar um roteiro, sempre opta pela organização da lógica do vídeo. Abertura, problematização, solução/explicação e conclusão. Isso tanto para vídeos de cartela quanto de locução. O crucial é botar todas as informações que devem aparecer na ordem certa e com a linguagem final. Assim é possível enxergar se o roteiro funciona e já é um primeiro check-point de aprovação com o cliente.

Estrutura aprovada? Então agora começa o verdadeiro desafio. Essa é a hora que você traz as imagens para o roteiro. É preciso ter clareza e objetividade para falar o essencial, dando informação suficiente para que quem leia consiga visualizar o que você está propondo.

O que entra? Descrição dos personagens e suas ações, descrição dos ambientes, os letreiros, inserções de vídeos, inserções de fotos, indicações de transições, cartelas, grafismos…

É muito importante lembrar que este documento será o guia para uma equipe completa, não apenas o cliente. Então, quando escrever pense no diretor, locutor, diretor de arte, animador, o montador… Pois sem um roteiro eles não terão o que fazer.

Uma vez que o roteiro for aprovado, não vá saltitando de alegria, pois o trabalho ainda não acabou. É normal, quando a animação começa a ser produzida, que uma coisa ou outra proposta no roteiro não funcione. Vale lembrar que uma coisa é o que você vê na sua cabeça, outra coisa é o que é realizável. Então respire fundo e busque a melhor solução com sua equipe. Posso te garantir que são infinitas possibilidades.

Escreveu seu roteiro e quer produzir seu conteúdo? Entre em contato com a Bulb, a gente dá conta do recado. Achou que é trabalho demais? Entre em contato com a Bulb, a gente escreve o roteiro para você. O importante é você ter em mãos um vídeo que fale o que precisa ser dito da forma mais cativante possível. É isso que a gente mais gosta de fazer.