A importância de uma boa conversa entre produtora e cliente.

Uns chamam de conversa, outros chamam briefing, alinhamento, brainstorm… Nomes não faltam para o que é na verdade um bom bate-papo. É nessa hora que o cliente deixe claro o que quer e a produtora explique o que é possível fazer.

Inicialmente é importante que o cliente apresente seu negócio e seus objetivos, inclusive o porquê da necessidade de fazer o vídeo em questão. É natural que o cliente apresente sua ideia inicial do que deverpa ser feito e identifique o público-alvo.

Enquanto isso a produtora realiza dois trabalhos simultâneos. O primeiro é compreender a demanda, a realidade do cliente e a ideia que será trabalhada. O segundo é uma análise de viabilidade: Será que essa ideia é possível ser realizada? E o prazo? E o orçamento? Nessas horas é normal que a produtora já sinalize possíveis caminhos e dê ideias a partir do que já foi apresentado.

Este é um momento crucial de compreensão de ambos os lados. O cliente é impactado pela veia criativa da produtora e a produtora compreende o perfil criativo do cliente. Seja qual for o trabalho, o mais importante é delinear o que será feito, duração, se vai ter cartela, locução, letreiro, abertura de câmera, efeitos gráficos, animações…

Depois deste primeiro encontro duas coisas acontecem: A criação do orçamento e a proposta criativa. Estes dois documentos servem para o cliente saber exatamente o que será feito e como. É comum ainda haver debate sobre o que será realmente produzido. Se serão dois ou três personagens, se vai ter maquiagem, quem vai fazer a locução, qual vai ser a locação da gravação… É fundamental acertar todas as arestas, porque a partir daqui a coisa fica séria.

Top view of businesspeople hands touching white papers arranged on a gray table forming a yellow light bulb. Conceptual for brainstorming and teamwork.

A partir das decisões tomadas, a equipe de produção e a criativa se reúnem para planejar, escrever e produzir a demanda. Uma vez que o roteiro fica pronto ele é enviado para aprovação final. Essa é a hora da verdade e na realidade, um momento delicado.

Quando o cliente vê o roteiro, este é o primeiro encontro concreto que ele tem com a ideia que está sendo elaborada. Não é incomum haver um momento de epifania e pedidos de alterações massivos nessa hora. Pois há uma ironia no processo criativo: Só quando tá pronto que há a clareza do que se gosta e o que não se gosta, do que é necessário e não. Ambas as partes respiram fundo e arrumam o que for necessário para finalmente seguir para a execução do roteiro.

Uma vez que tudo é filmado começa uma nova etapa, a da pós-produção.  Mais uma vez há um intenso diálogo entre cliente e produtora, pois nesta etapa tudo ganha forma e são dados os pontos finais do projeto. Então é comum que seja pedido ajustes finos, acertos de letreiro e até alterações em algumas questões mais estruturais. Tudo em nome de um trabalho perfeito.

Quando você for escolher uma produtora para realizar o seu projeto, veja se realmente ela tem o perfil próximo do que você procura, pois serão algumas semanas ou meses trabalhando em conjunto até finalizar tudo, portanto é muito importante que haja afinidade. Por isso mesmo, aqui na Bulb, estamos de portas abertas te esperando para tomarmos um cafezinho, trocar uma ideia e pensarmos juntos os nossos próximos projetos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.